?> IHCC - Instituto Han de Cultura Chinesa | DISSEMINANDO CULTURA ORIENTAL AO POVO BRASILEIRO!

IHCC – Disseminando conhecimento oriental ao povo brasileiro

SHAOLIN WING CHUN

Um eficiente sistema de luta, do sul da China, com origens no Templo Shaolin.

Saiba Mais

HUNG GAR

Arte marcial do sul da China, com ênfase em movimentos do tigre e da garça.

Saiba Mais

CHIN-NA

Técnicas eficientes de defesa pessoal para capturar e controlar o seu oponente.

Saiba Mais

BOXE CHINÊS (SANDA)

Modalidade de luta para competições, caracterizada por socos, chutes e quedas.

Saiba Mais

LÍNGUA CHINESA (MANDARIM)

Workshops e cursos sobre a língua chinesa

Saiba Mais

O INSTITUTO

Olá, sejam bem-vindos ao Instituto Han de Cultura Chinesa (IHCC).

O nosso instituto é uma empresa que trabalha com cultura oriental, em Brasília-DF, desde 2013. O referido instituto foi fundado pelo Shifu Marco Mourão e a principal missão dessa Escola é transmitir, principalmente, conhecimentos sobre artes marciais chinesas, bem como desenvolver atividades com temas relacionados à cultura chinesa. O IHCC também conta com o apoio e a parceria de outras instituições que trabalham com artes marciais e cultura chinesa.
Temos cinco modalidades que a nossa Escola se propõe em ensinar conhecimentos teóricos e práticos, ao público brasileiro, com o objetivo de trazer aprimoramento físico e mental. Dentre essas modalidades, temos:

  • Shaolin Wing Chun
  • Hung Gar
  • Chin-Na
  • Boxe Chinês (Sanda)
  • Língua Chinesa (Mandarim)

A principal modalidade a ser ensinada em nosso instituto é o Shaolin Wing Chun (少林詠春). O Shifu Marco Mourão, que é o principal docente brasileiro do IHCC a transmitir os conhecimentos dessa arte marcial no Brasil, possui experiência com o Wing Chun desde 2002. Dessa modo, qualquer aluno que desejar aprender esse sistema de luta chinês (com ampla abordagem teórica e com um arsenal diversificado de possibilidades para aplicações práticas de luta ­ com mãos livres ou usando equipamentos específicos) deverá procurar o IHCC para conhecer um pouco desse imenso e novo mundo de possibilidades – não apenas referente ao universo das lutas, como também referente ao modo de enfrentar os problemas diários. A arte marcial Shaolin Wing Chun nos prepara para a vida e, na nossa Escola, essa modalidade deverá ensinar aos praticantes que uma luta não se inicia, necessariamente, apenas no momento dos embates físicos (combates), mas também em situações que antecedem os conflitos.

A nossa segunda modalidade marcial é o Hung Gar (ou Hung Kuen) que, em chinês, é escrita com os caracteres tradicionais 洪家. O Shifu Marco Mourão tem experiência com essa modalidade desde 2002 (na mesma época em que iniciou os seus treinos com o Wing Chun). O Hung Gar – também conhecido como o “ Estilo Garra de Tigre” – tem suas origens em Shaolin e essa arte marcial foi criada e desenvolvida por Hung Hei Kung, no sul da China (motivo pelo qual justifica o porquê dos praticantes dessa modalidade terem os seus braços bastante fortalecidos e resistentes para lutar). Além de exercícios de calejamento e condicionamento físico, o praticante dedica muito tempo do seu treinamento com as Formas tradicionais de mãos livres, com diversas armas, com inúmeras técnicas de captura/quebramento e com sparring. O aluno do IHCC que desejar ingressar e se tornar instrutor ou professor de Hung Gar, poderá fazê-lo, desde que o mesmo tenha acesso aos conhecimentos teóricos e práticos, para prosseguir com as suas graduações até alcançar o patamar desejado para lecionar. No IHCC, os níveis de graduação da modalidade Hung Gar seguem os padrões definidos pela Associação Garra de Tigre de Kung Fu – AGTKF do Sifu Richard Leutz (Bauru-SP).

A nossa terceira modalidade marcial é o Chin-Na (ou Qin-Na) que, em chinês, é escrita com os caracteres tradicionais . Essa categoria de habilidade marcial – além de consistir em uma ótima forma de defesa pessoal – permite também que o praticante, por meio de técnicas de imobilização, possa capturar e controlar o seu adversário em uma luta, sem necessariamente desferir socos ou chutes na maior parte de suas aplicações. O Chin-Na tem sua origem no Templo Shaolin e esse mesmo conhecimento foi transmitido ao famoso líder militar chinês, o general Yue Fei. O aluno do IHCC que desejar ingressar e se tornar instrutor dessa modalidade, poderá fazê-lo, desde que o mesmo tenha acesso aos níveis de conhecimento teórico e prático referentes às graduações do Chin-Na, conforme ministrado em nossa Escola. Os níveis de graduação de Chin-Na do IHCC se classificam em três: nível básico, nível intermediário e nível avançado.

A quarta modalidade marcial do IHCC é o Sanda, também conhecido como “Boxe Chinês” e esta é escrita com os caracteres tradicionais 散打. O Sanda é popularmente conhecido por ser uma modalidade competitiva de luta, onde o praticante precisa considerar, basicamente, três distâncias para o combate: i) distância longa (para chutes); ii) distância média (para socos) e; iii) distância curta (para realizar quedas/projeções). O Sanda propicia excelente condicionamento físico para os seus praticantes e essa modalidade trabalha com movimentação simples e objetiva de luta (tanto para os ataques, como também para as defesas), com o desenvolvimento de percepção de tempo e espaço, pelo praticante, nas lutas e também com conhecimento prévio das regras das competições. No Brasil, o praticante de Sanda deverá seguir o sistema de graduações estabelecido pela Confederação Brasileira de Kung Fu Wushu – CBKW e, conforme esse mesmo sistema de graduações, o praticante poderá se submeter aos respectivos exames para graduar-se em nove níveis. O aluno do IHCC que desejar ingressar no Sanda, poderá fazê-lo, desde que o mesmo possa prosseguir regularmente com os treinos e com as suas graduações até alcançar o patamar desejado para lecionar ou competir. No IHCC, os treinos e as avaliações do nível técnico dos seus atletas de Sanda seguem os padrões definidos pela Associação Garra de Tigre de Kung Fu – AGTKF do Sifu Richard Leutz (Bauru-SP).

A modalidade do IHCC que trata sobre a língua chinesa ou Mandarim (普通話) é a única que não lida, necessariamente, com arte marcial chinesa. Entretanto, o aluno do IHCC que se dedicar a essa modalidade poderá ter expressivo discernimento sobre aspectos culturais em diversos temas que tratem sobre cultura chinesa. Se considerarmos que a cultura do povo chinês é bastante rica de informações (uma vez que os chineses possuem mais de cinco mil anos de história), desse modo, nós podemos afirmar indubitavelmente que o estudante de mandarim do IHCC possui grandes chances de aprender muito mais do que apenas outro mero idioma.

Fale conosco!

Escola Parque 313/314 Sul

[huge_it_maps id=”5″]